Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, julho 09, 2016

ÀS VEZES ME GRITO


http://www.avspe.org/mobile/mtexto.php?idt=7052&ttt=%C0s%20Vezes%2
0me%20Grito

TY - Coleção de Poesias de Soaroir

http://static.recantodasletras.com.br/arquivos/3495391.pdf

Sem Garantias
Soaroir 23/7/10

Mote "Quero que me aceite como sou"


Eta vida bendita
historiadora de mim...

Aceite me assim
se possível...
se não, me evite
você que passa e passa.

Sem palmas nem penas
é só o que peço...

No mais,
sou nova como um carvalho,
e ladina como um pé de couve.

É pouco...Mas adianto
já fui de Blake inspiração
    para o Grande Dragão Vermelho.

Hoje sou apenas poeta.
    Se você não se importar...

domingo, julho 03, 2016

Poesia para uma Pedra


POEMA ORIGINAL:
Poesia para uma pedra
Soaroir de Campos
Abril de 2009

(reedição)

foto by Soaroir

Foi recostada num sopé que ouvi
Ao longe um insistente batimento
Descompassado e meio aflito
Assuntei contra a direção do vento.
Meu peito vibrava noutra freqüência
Perguntei “quem está aí aposto?”
Com amiudada repetição sai
Na vã busca por um rosto.
Diante do silêncio continuei
Tropecei e abaixei o olhar
“Uma pedra falante!”, exclamei...
E parei para escutar:
- “Sou teu coração que nada deseja
Perdido nas encostas sem saída
Só quero voltar para o teu peito
E de novo ter uma vida”.
Soaroir

 por Soaroir em 08/04/2009
RL Código do texto: T1528527
Soaroir
Reeditado em 28/12/2011

sábado, junho 04, 2016

Meus Dois Lados

Soaroir Maria de Campos
13/3/07

gato%20ao%20espelho.jpg
(Duas Faces) reedição

Personas

Num dia sou talento
No outro aptidão
Um lado é poeta
O outro pontuação.

Um lado é de Eco
O outro lado é preciso
Um lado é de espelho
O outro lado é Narciso.

Um é experiente
Enquanto o outro é desprovido
Um é exuberante
Num outro ser recolhido.

Soaroir Maria de Campos
13/3/07
 reedição
Soaroir
Enviado por Soaroir em 20/09/2011
Código do texto: T3230404 

quinta-feira, maio 26, 2016

Duas Faces

Personas

Num dia sou talento
No outro, aptidão
Um lado meu é poeta
O outro, pontuação.

Um lado é de Eco
O outro lado é preciso
Um lado é de espelho
O outro lado é Narciso.

Um é experiente
Enquanto o outro é desprovido
Um é exuberante
Num outro ser recolhido.

Soaroir Maria de Campos
13/3/07
in: Duas faces
 
 

terça-feira, março 22, 2016

O IGNORANTE

By Soaroir


imagem Net

O ignorante sempre exalta
 os que o tripudiam.
Evoé!

sábado, março 19, 2016

Bordado Livre- da Tarrafa ao Kilim

Bordado livre em familia
©Soaroir 10/11/10



exercício para o mote: "bordados da vida"

versão II


Minha avó fazia (tecia) tarrafas
minha mãe ponto de cruz

tia Zélia chuleava
os nós que o nosso pai nos dava

Eulália até que tentava
ponto em cadeia aberto
aresta ou pé de galinha

mas cadê a paciência
de refazer o que errava...

Prima Anizia, ó coitada
esta nada mais bordava
além de uns vagonites

Prima Cássia, a prendada
especialista em monogramas
em richelieu e meio ponto

Com família bordadeira
aprendi de tudo um pouco

ponto russo, renascença
ponto cheio, nó francês
caseado aberto e fechado...

De arraiolo a kilim
hoje minha tapeçaria é vasta
e enfeita o mundo inteiro!





...............xxx.....................
Minha avó fazia (tecia) tarrafas
minha mãe (em) ponto de cruz

tia Zélia chuleava
os nós que o pai dava/fazia

Eulália até que tentava
ponto cadeia aberto
aresta ou pé de galinha

mas cadê a paciência
de desmanchar o que errava...


Prima Anizia, coitada
esta nada mais bordava
além de uns vagonites

A outra, prima Cássia, prendada
especializou-se em monogramas
em richelieu e meio ponto cretense

Com uma família assim bordadeira
aprendi de tudo um pouco

Ponto russo, renascença
ponto cheio, nó francês
caseado aberto e fechado...

Amarradinho, arraiolo e em kilim
hoje minha tapeçaria é vasta
e enfeita meu chão/ mundo inteiro!

sem revisão
e continua  Wink
Soaroir
Enviado por Soaroir em 10/11/2010
Reeditado em 10/11/2010
Código do texto: T2607427
Classificação de conteúdo: seguro


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (© Soaroir Maria de Campos em "link para obra original" - "data de publicação no recanto"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

terça-feira, fevereiro 09, 2016

Ato Revolucionario

Soaroir 09/02/16


"In a time of universal deceit,

telling the truth is a revolutionary act." George Orwell


sábado, janeiro 23, 2016

São Paulo em Crônica


Vou te Contar
Por Rosário 23 de Jan. 2016


Faz tempo que ando ensaiando, no entanto , como você sabe, começar qualquer  coisa é difícil a beça. Principalmente perante a esta geração “Y”,  cheia de que tais distantes da minha. Mas vamos lá.
Hoje, Sábado, antevéspera do aniversário da São Paulo,  acabo de chegar do trabalho e olho para trás para agradecer minha trajetória  iniciada em Campos dos Goytacazes,  lá em 1947. Que aventura! Mas, de repente, percebo que o que esta Cidade durante longos anos me “deu”, tudo me tirou numa só rasteira. Mas não importa aqui.  O que quero te contar é que ela não tirou, ainda, minha dignidade, tampouco a minha Fé. Mas confesso  que está  difícil. 
Viro-me para pegar o copo ao lado e lá está um mosquito parindo algumas das sete pragas do Egito no fundinho da minha água mineral ao custo de sete reais o galão de cinco litros. Acho melhor beber no Rio Hudson.  Por lá  a tap water  é bagatela. A água de NY é super boa, dizem, e, em qualquer canto, a água de beber vem direto da torneira. Só o futuro dirá quanto custará tal bondade...
Alguns meses  atrás visitando meus netos em St. Neots,  Cambridgeshire não entendia porque  a pia estava sempre com aparência de “sapólio”  everywere.” É que aqui a concentração de cálcio na água é ...  (não entendi nada) respondeu Vitor, biólogo molecular...
Voltando ao conto. 
Estou cansada. Se der, noutro aniversário continuo...
Parabéns São Paulo!